Crescimento global em maio desacelera pelo 10º mês seguido

Paris – O ritmo de crescimento econômico nas economias desenvolvidas caiu em maio pelo décimo mês seguido, com a expansão atingindo o pico em  China,   Índia,  Itália e  França,  de acordo com sondagem da OCDE divulgada nesta sexta-feira.

Também há sinais de que a expansão possa ter chegado a ponto máximo em Brasil, Grã-Bretanha e Canadá, afirmou a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico em seu informe mensal.

O indicador mensal da OCDE para os Estados Unidos aumentou para 103,4, ante 103,2 em abril.

O indicador para 29 países desenvolvidos subiu para 103,7 em maio, de 103,6 em abril, e aumentou 10 pontos na comparação anual. A alta de 0,1 ponto marcou o décimo mês consecutivo de desaceleração do crescimento.

A leitura para o Grupo dos Sete países mais industrializados –Japão, EUA, Canadá, Itália, França, Alemanha e Grã-Bretanha– ficou em 103,9, também com alta de 0,1 ponto frente a abril.

“Picos no ciclo de crescimento emergiram na França, Itália, China e Índia e sinais de picos estão emergindo no Canadá, Reino Unido e Brasil”, afirmou a OCDE no relatório.

O indicador para o Brasil caiu 0,2 ponto, para 100,1.

Copyright © 2008 Reuters Limited. Todos os direitos reservados. Republicação ou redistribuição do conteúdo produzido pela Reuters é expressamente proibido sem autorização prévia por escrito. A Reuters não se responsabiliza por nenhum erro de conteúdo ou atraso de sua distribuição, ou qualquer outra ação decorrente desta publicação.