Corpos levam polícia a acionar alerta antiterrorista

Forças de segurança russas foram postas em alerta antiterrorista na região de Stávropol, a 300 quilômetros de Sochi

Moscou – As forças de segurança russas foram postas nesta quinta-feira em alerta antiterrorista na região de Stávropol – a 300 quilômetros de Sochi, sede das Olimpíadas de Inverno que começam em menos de um mês – depois da descoberta ontem de cinco corpos abandonados em quatro carros com ferimentos a bala.

“Em 8 de janeiro, entre as 0h30 e 19h30 locais, em duas cidades (de Stávropol) foram localizados quatro automóveis com 5 corpos com marcas de bala. Nas proximidades de um desses veículos foi ativada uma bomba caseira, mas ninguém ficou ferido”, informou o Serviço Federal de Segurança (FSB, antigo KGB) russo.

Outra bomba foi desativada com a ajuda de um robô, detalhou o FSB. As autoridades russas declararam o regime de operação antiterrorista nos distritos afetados da região, uma das sete do conflito Cáucaso do Norte da Rússia.

A quatro semanas dos Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi, a Rússia se concentra na segurança do evento, sobretudo depois que dois atentados suicidas sacudiram em menos de 24 horas e a dois dias do ano novo a cidade russa de Volgogrado, também no sul do país.

O atentado suicida na estação de trem de Volgogrado, seguido de outro em um trólebus do transporte municipal da mesma cidade, matou 34 pessoas.

Dezenas de feridos nos dois atentados, perpetrados supostamente pela guerrilha islamita do Cáucaso Norte, continuam hospitalizados tanto em Volgogrado como em Moscou, para onde se transferiu a maioria dos feridos mais graves.

O presidente russo, Vladimir Putin, prometeu em 1º de janeiro de Volgogrado que as autoridades continuarão a luta contra os terroristas até “sua completa eliminação”.