Corpos de militares mortos em acidente são localizados

As autoridades dos EUA localizaram os primeiros corpos dos 11 soldados desaparecidos e dados por mortos após um acidente com um helicóptero

Miami – As autoridades dos Estados Unidos localizaram os primeiros corpos dos 11 soldados desaparecidos e dados por mortos após um acidente com um helicóptero, que caiu no Golfo do México, com o qual treinavam próximos de uma base aérea no noroeste da Flórida.

Até a tarde de hoje, as equipes de socorro tinham encontrado vários restos humanos em Santa Rosa Sound, uma área litorânea de cerca de cinco por 27 quilômetros, informou nesta quarta-feira à Agência Efe Sara Vidoni, porta-voz da base de Eglin.

Também recuperaram no mar e em praias próximas algumas partes da aeronave, entre elas um pedaço da cauda do helicóptero, um Black Hawk UH-60 da Marinha.

Em um telefonema feito hoje aos comandantes a cargo da missão de treinamento, o presidente americano, Barack Obama, expressou suas condolências às famílias das vítimas, informou o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest.

Obama também se mostrou confiante de que haverá uma investigação “detalhada” sobre as causas do “trágico incidente”, no qual morreram os sete fuzileiros navais da base de Lejeune, na Carolina do Norte, e quatro militares da Louisiana, que se encontravam a bordo.

O general Glenn Curtis, da Guarda Nacional da Louisiana, disse em entrevista coletiva que os militares eram soldados experientes, que participaram de operações no Iraque e dos trabalhos de segurança e salvamento após a passagem do furacão Katrina, em setembro de 2005. Além disso, afirmou que a prioridade é o resgate dos corpos dos militares e o apoio a suas famílias.

Porta-vozes da base explicaram que as autoridades estão investigando as causas do acidente, mas que ainda é muito cedo para determinar se a densa neblina na área teve alguma influência.

Já alguns especialistas em meteorologia assinalaram que as mudanças climáticas bruscas no local do acidente e a pouca visibilidade devido à neblina podem ter influenciado no acidente.

Por outro lado, Andy Bourland, outro porta-voz da base, disse que o espesso nevoeiro retardou e atrapalhou as operações de resgate dos militares.

O acidente aconteceu na noite de terça-feira na base da Força Aérea de Eglin, na área conhecida como Panhandle, durante um treinamento próximo do litoral da Flórida, no sudeste do país.

Bourland disse que outro helicóptero Black Hawk também participou dos exercícios e que o mesmo retornou a salvo à base, que fica a cerca de 60 quilômetros da cidade de Pensacola.

A aeronave caiu durante uma manobra rotineira de treinamento em uma praia entre Pensacola e Destin, agregaram as fontes.

Os trabalhos de resgate, dos quais também participam agências civis, prosseguirão durante a noite e se concentram no leste de Navarra.