Coronavírus: número de casos no resto do mundo supera China pela 1ª vez

China não é mais a líder em casos pela primeira vez desde o começo da pandemia. São mais de 81.600 casos fora do território chinês

Após dias de crescimento, o número de casos de coronavírus fora da China já é maior do que os infectados em território chinês. A virada aconteceu na tarde deste domingo, 15.

Por volta das 19 horas, pelo horário de Brasília, havia mais de 81.600 casos confirmados em outros países. Na China, o número de casos confirmados era de 81.003, segundo atualização em tempo real da Universidade John Hopkins, baseada em informações oficiais dos países.

Os casos fora do país de Xi Jinping já estavam aumentando em ritmo maior que os casos chineses ao longo das últimas duas semanas. As piores situações são na Itália e no Irã, que têm mais de 21.100 e 13.900 casos, respectivamente. A Coreia do Sul é o quarto país com mais casos, tendo mais de 8.000 casos confirmados.

Na última quinta-feira, 12, o governo chinês afirmou que o “pico” de casos no país já passou. “Falando em termos gerais, o pico da epidemia passou na China“, disse Mi Feng, porta-voz da Comissão Nacional de Saúde, segundo a agência Reuters. “O aumento de casos novos está caindo”. “Meu conselho é conclamar todos os países a seguirem as instruções da OMS (Organização Mundial da Saúde) e intervir em escala nacional”, disse. “Se todos os países se mobilizarem, pode acabar até junho”.

A Europa tornou-se um epicentro da nova fase do coronavírus, que vem se espalhando para dezenas de países do globo. Dos 15 países com mais casos confirmados, 11 são europeus. Além da Itália, os países com maior número de pacientes confirmados são Espanha (7.798 casos), Alemanha (5.426 casos) e França (4.511 casos).

Com a alta no número de casos, países mundo afora vêm impondo uma série de medidas para tentar conter a pandemia, como fechamento de fronteiras, suspensão de aulas e eventos e quarentena obrigatória.

No Brasil, o Ministério da Saúde registrava 200 casos até a última atualização, na tarde deste domingo. Foram 79 novos casos em relação ao boletim divulgado no sábado, 14. Não há óbitos divulgados no Brasil.