Coreia do Sul dispara contra suposto drone norte-coreano

O drone entrou em território sul-coreano algumas "dezenas de metros" e voou perto de um posto militar de observação no Monte Dora

Soldados sul-coreanos executaram nesta quarta-feira disparos de advertência contra um suposto drone norte-coreano que atravessou a fronteira entre os dois países rivais, anunciou o ministério da Defesa.

O drone entrou em território sul-coreano algumas “dezenas de metros” e voou perto de um posto militar de observação no Monte Dora, 47 km ao norte de Seul, segundo o ministério sul-coreano.

Os soldados reagiram com mensagens de advertência por alto-falante e depois disparos.

Em seguida, o aparelho retorno imediatamente ao lado norte-coreano, segundo o governo de Seul.

A agência de notícias Yonhap citou 20 disparos de advertência.

A tensão entre as Coreias aumentou depois do quarto teste nuclear norte-coreano em 6 de janeiro.

A comunidade internacional estuda novas sanções contra Pyongyang, enquanto Seul decidiu de forma unilateral retomar a guerra de propaganda na fronteira.