Coreia do Sul aumenta potência de sistema antimísseis

Segundo o presidente Moon Jae-in, seu país enfrenta uma ameaça de segurança "sem precedentes" da Coreia do Norte

Seul – O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, disse que aumentou a potência do controverso sistema de defesa de mísseis de alta tecnologia porque seu país enfrenta uma ameaça de segurança “sem precedentes” da Coreia do Norte.

Moon também expressou arrependimento sobre os confrontos entre manifestantes e policiais que deixaram dezenas de feridos na quinta-feira, quando militares dos Estados Unidos adicionaram mais quatro lançadores ao sistema antimísseis THAAD.

A bateria de proteção do THAAD normalmente consiste em seis lançadores que podem disparar até 48 mísseis interceptores, mas apenas dois lançadores estavam ativos.

O local em que o THAAD está localizado, um antigo campo de golfe, tem preocupado residentes locais, por causa de rumores relacionados a riscos para a saúde.

Fonte: Associated Press.