Coreia do Norte sofre sua pior seca em três décadas

A seca ameaça milhares de hectares de cultivos de subsistência

Seul – A Coreia do Norte sofre sua pior seca em trinta anos, que ameaça milhares de hectares de cultivos de subsistência, anunciaram nesta sexta-feira os meios de comunicação oficiais.

A seca afeta todo o país com precipitações médias de 23,5 mm entre meados de fevereiro e o fim de abril, período crucial para os cultivos. Significa 35% do normal, algo que não era visto desde 1982, segundo a agência KCNA.

“Milhares de hectares de cultivo de primavera, como a cevada, o trigo e as batatas, estão afetados”, disse a KCNA.

“Espera-se que as colheitas de cereais sejam muito escassas”, acrescentou.

A Coreia do Norte sofre escassez de alimentos frequentes devido ao isolamento econômico do Estado comunista, à seca e às inundações.

A fome deixou centenas de milhares de mortos nos anos 1990.