Coreia do Norte lança dois possíveis “mísseis balísticos” no mar

O disparo aconteceu no dia em que o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, compareceu ao funeral de sua mãe, que morreu na terça-feira

Seul — A Coreia do Norte disparou dois projéteis, que autoridades japonesas disseram parecerem mísseis balísticos, no mar entre a Península Coreana e o Japão nesta quinta-feira (30), de acordo com a guarda costeira japonesa e as Forças Armadas sul-coreanas.

Os dois “projéteis não-identificados” foram disparados na tarde de quinta-feira (horário local) da província de Phyongan do Sul, na região central do país, disse o Estado Maior Conjunto da Coreia do Sul em comunicado.

Autoridades japonesas disseram que os projéteis caíram do lado de fora da Zona Econômica Exclusiva do Japão, que se estende a 370 quilômetros da terra firme.

“Objetos que pareciam ser mísseis balísticos foram lançados da Coreia do Norte”, disse o Ministério da Defesa do Japão em comunicado. “Eles não caíram no nosso território.”

A base aérea dos Estados Unidos localizada em Misawa, a 1.127 quilômetros ao norte de Tóquio, emitiu um “alerta real de míssil” e fez um apelo a seu pessoal para buscar abrigo, antes de emitir um aviso de “tudo seguro”.

O disparo aconteceu no dia em que o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, compareceu ao funeral de sua mãe, que morreu na terça-feira.

Em mensagem entregue na vila fronteiriça de Panmunjom no final da quarta-feira, o líder norte-coreano, Kim Jong Un expressou “profundas condolências” pela perda de Moon, disse o gabinete do presidente da Coreia do Sul nesta quinta.