Coreia do Norte acusa EUA de violação dos direitos humanos

Declaração é resposta norte-coreana às revelações sobre programa secreto de espionagem americano

Seul – O governo da Coreia do Norte, um dos países mais repressivos do mundo, acusou nesta terça-feira os Estados Unidos de liderar a violação aos direitos humanos, em reação às revelações sobre um programa secreto de espionagem americano.

As revelações do ex-consultor de inteligência americano Edward Snowden “demonstram mais uma vez que EUA é líder em matéria de violação dos direitos humanos, por ter colocado o mundo sob vigilância”, afirma um editorial do jornal oficial Minju Joson, citado pela agência norte-coreana KCNA.

O texto afirma que “a partir de agora Washington terá que pensar duas vezes antes de citar os termos sagrados dos ‘direitos humanos'”.

Edward Snowden, que trabalhava como consultor da Agência Nacional de Segurança (NSA) americana, revelou a existência de dois programas secretos americanos de espionagem para controlar as ligações telefônicas e o tráfego na internet.