Coreia do Norte abate aves para conter gripe aviária

Quase 165 mil patos já foram mortos desde o primeiro caso de gripe aviária confirmado no país, no mês passado

Nova York – A Coreia do Norte abateu milhares de aves depois que animais infectados com o vírus da gripe aviária foram descobertos em uma propriedade rural de Pyongyang, informou a mídia estatal do país, conforme reportagem do Wall Street Journal. O objetivo é evitar um surto maior da doença.

A agência estatal de notícias norte-coreana disse que, nesta semana, foram encontrados patos infectados com o vírus H5N1 na fazenda Tudan Duck, que fica nos arredores da capital do país. De acordo com dados da Coreia do Norte disponibilizados à Organização Mundial para Saúde Animal, quase 165 mil patos já foram mortos desde o primeiro caso de gripe aviária confirmado no país, no mês passado.

Vários grupos de controle de doenças foram mobilizados para conter o surto, mas especialistas dizem que a nação asiática não tem preparo para lidar, sozinha, com epidemias desse tipo. Por enquanto, Pyongyang está isolando os animais saudáveis para evitar novos contágios.

Os abates reacenderam os temores de desabastecimento de carne de aves no país. A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) projeta que a oferta de proteína diminuirá este ano na Coreia do Norte mesmo com a disponibilidade de ração em níveis normais após uma colheita estável em 2012.

O H5N1 é um subtipo letal do vírus de gripe aviária e já infectou diversas espécies de aves na Ásia, Europa e África desde sua descoberta no Sudeste Asiático, em 2003. As informações são da Dow Jones.