Constituinte respaldará Maduro contra “infames ameaças” de Trump

O presidente americano disse ontem que o seu governo não descarta aplicar uma "operação militar" na Venezuela

Caracas – A presidente da Assembleia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela, Delcy Rodríguez, assegurou que esse corpo plenipotenciário respaldará o chefe de Estado, Nicolás Maduro, perante as “infames ameaças” do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, informaram neste sábado meios de comunicação estatais do país caribenho.

O governante americano disse ontem que o seu governo não descarta aplicar uma “operação militar” na Venezuela onde, assegurou, “as pessoas estão sofrendo e estão morrendo” em meio a uma profunda crise política e econômica.

Rodríguez, ex-chanceler da chamada revolução bolivariana, classificou como “covardes, insolentes e infames” as declarações do americano “contra a sagrada soberania da Venezuela”.

“A ANC atuará para conduzir o Chefe de Estado @NicolasMaduro na defesa da nossa amada Venezuela!”, escreveu a constituinte em sua conta no Twitter, onde assegurou que as “ofensas e agressões contra a mais alta posse do país serão repudiadas pelo povo anti-imperialista da Venezuela”.

A instalação de tal Assembleia Constituinte, integrada unicamente por oficialistas, disparou a tensão política entre Caracas e Washington que vê este órgão como um ente ditatorial por ter sido eleito em um processo que considera fraudulento.