Conselho da ONU analisará anúncio sobre Jerusalém na sexta

A reunião de urgência foi solicitada por oito dos 15 integrantes do conselho: Bolívia, Egito, França, Itália, Reino Unido, Senegal, Suécia e Uruguai

Nações Unidas – O Conselho de Segurança da ONU se reunirá na próxima sexta-feira para analisar uma resposta diante do anúncio dos Estados Unidos de que reconhecerá Jerusalém como a capital de Israel.

A reunião de urgência foi solicitada por oito dos 15 integrantes do conselho: Bolívia, Egito, França, Itália, Reino Unido, Senegal, Suécia e Uruguai, informaram fontes diplomáticas.

A missão francesa na ONU confirmou posteriormente que a reunião acontecerá na sexta-feira pela manhã.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou hoje que seu país reconhecerá, a partir de agora, Jerusalém como capital de Israel e ordenou o início do processo de transferência da embaixada, que atualmente está em Tel Aviv, para a Cidade Sagrada.

Assim que soube da decisão de Trump, o secretário-geral da ONU, o português António Guterres, insistiu na necessidade de que o status final de Jerusalém seja resolvido em negociações diretas entre israelenses e palestinos.

Guterres também reiterou sua oposição a qualquer “medida unilateral” que possa colocar em risco o processo de paz entre israelenses e palestinos.

Veja também