Connecticut não exige permissão para posse de armas

Habitantes só precisam ter mais de 21 anos para obter posse de armas

Washington – O estado de Connecticut, onde nesta sexta-feira um tiroteio em uma escola na cidade de Newtown matou 27 pessoas, entre elas 20 crianças, não exige nenhum tipo de permissão oficial para a posse de rifles ou pistolas, e só requer que o dono seja maior de 21 anos.

Além disso, as leis estatais também não pedem nenhuma permissão especial para a compra de rifles ou escopetas, apenas para a aquisição de pistolas, e, como em muitos outros estados dos Estados Unidos, não existe em Connecticut um registro completo das armas em poder de civis.

A Segunda Emenda da Constituição consagra o direito dos americanos à posse de armas, e a Suprema Corte sempre freou as tentativas de alguns estados e cidades para limitá-lo.

Isso contribui para que os EUA sejam o país com mais armas nas mãos de civis, entre 270 e 300 milhões, segundo as Nações Unidas, um número que a Associação Nacional da Espingarda eleva a mais de 300 milhões.

Quanto ao debate político, o presidente dos EUA, Barack Obama, manteve durante seu primeiro mandato um notável silêncio sobre essa questão, e em setembro de 2008, antes de ganhar a Presidência pela primeira vez, prometeu aos cidadãos: ‘Não vou tirar suas armas’.

No final de 2011, 73% dos americanos se mostravam contra a proibição à posse de armas de fogo aos cidadãos que não sejam membros da Polícia ou tenham uma autorização especial, segundo uma pesquisa da empresa Gallup.

O estudo também destacou que em 20 anos o índice de americanos a favor da proibição caiu de 41% para 26%.