Congresso dos EUA aprova ajuda para vítimas do Harvey

Pacote de ajuda soma US$ 15,2 bilhões e será destinado às vítimas do furacão Harvey, que matou 60 pessoas no Texas

Washington – A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta sexta-feira um pacote de ajuda no valor de US$ 15,2 bilhões para as vítimas do furacão Harvey, ao mesmo tempo que estendeu até 8 de dezembro o prazo para que seja atingido o limite de endividamento do governo norte-americano.

A Câmara Baixa submeteu ao voto a proposta legislativa aprovada ontem no Senado, algo que só foi possível após um acordo do presidente, Donald Trump, com a oposição democrata que permitiu combinar a ajuda para Harvey com o aumento do teto de dívida.

A proposta agora será enviada à Casa Branca para que seja assinada pelo governante.

O resultado foi de 316 votos a favor e 90 contra, todos eles de republicanos, o que demonstra o descontentamento de boa parte dos legisladores do partido do presidente com o acordo entre Trump e os democratas.

Os fundos do pacote de ajuda para os afetados por Harvey, que deixou 60 mortos e milhares de deslocados no sul do Texas e na Louisiana, servirão para aumentar os recursos da Agência Federal de Gestão de Desastres (FEMA, por sua sigla em inglês) em um momento no qual os EUA se preparam para a chegada de outro potente furacão: Irma, que tocará o litoral da Flórida neste fim de semana.

Por sua vez, o prazo para aprovar um novo teto da dívida e financiar o Governo para o próximo ano fiscal, que começa em 1 de outubro, vence no final deste mês, mas após o pacto os legisladores terão tempo até dezembro para fechar um acordo a longo prazo e de maior alcance.