Congresso do Equador analisará condenação de vice-presidente

Jorge Glas foi condenado pela Corte Nacional de Justiça do Equador pelo crime de formação de quadrilha no caso de propinas da construtora Odebrecht

A Assembleia Nacional do Equador convocou, para esta quinta-feira (14), seu Conselho de Administração para analisar um possível julgamento político contra o vice-presidente Jorge Glas. Ele foi condenado ontem (13) a seis anos de prisão por formação de quadrilha no caso Odebrecht.

Em nota, o Conselho de Administração Legislativa informou que a sessão foi convocada pelo presidente da Assembleia, José Serrano.

Glas foi condenado nessa quarta-feira (13) pela Corte Nacional de Justiça do Equador a seis anos de prisão pelo crime de formação de quadrilha no caso de propinas da construtora Odebrecht. Ele vai apelar da sentença.

Seu advogado, Eduardo Franco Loor, afirmou que o cliente não tem a intenção de renunciar ao cargo, desde que não haja um julgamento final.

O Parlamento tem o poder de provocar um julgamento político contra um funcionário público que tenha se excedido nas suas funções, mecanismo que poderia terminar com a suspensão do vice-presidente, eleito no mês de abril ao lado do presidente, Lenín Moreno.* É proibida a reprodução total ou parcial desse material. Direitos Reservados

Compartilhar: Facebook Google Plus Twitter