Confrontos no Iêmen deixam 20 mortos

Os confrontos acabaram com as esperanças de que as partes em conflito no Iêmen respeitassem a trégua anunciada pelo secretário de Estado americano

Mais de 20 pessoas morreram em intensos combates entre as forças do governo iemenita e os rebeldes huthis nos arredores da cidade de Taez (sudoeste), informaram nesta sexta-feira fontes militares.

Os confrontos acabaram com as esperanças de que as partes em conflito no Iêmen respeitassem a trégua anunciada pelo secretário de Estado americano, John Kerry, e que deveria ter entrado em vigor na quinta-feira.

Treze insurgentes foram mortos nas últimas 24 horas em combates nos subúrbios de Taez, informaram fontes militares pró-governo.

De acordo com a mesma fonte, dois civis foram mortos e outros 16 ficaram feridos quando rebeldes dispararam foguetes contra uma área residencial de Taez.

Segundo a agência dos rebeldes, sabanews.net, as forças pró-governo realizaram bombardeios contra áreas localizadas a leste da cidade.

Um foguete caiu sobre um mercado de qat, uma erva muito consumida no país, matando 40 pessoas, segundo a agência.

A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) indicou que os centros de emergência que a ONG apoia ou administra na província de Taez receberam 21 corpos e 76 feridos depois de “intensos combates”.