Confronto com as Farc deixa 10 militares mortos na Colômbia

Vítimas fatais são nove soldados e um suboficial, segundo fontes militares e o governador de Cauca, Temístocles Ortega, disseram para a imprensa local

Bogotá – Pelo menos 10 militares colombianos morreram e seis ficaram feridos nesta quarta-feira em um enfrentamento com membros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), no norte do departamento de Cauca, no sudoeste do país, informaram fontes oficiais.

As vítimas fatais são nove soldados e um suboficial, segundo fontes militares e o governador de Cauca, Temístocles Ortega, disseram para a imprensa local.

O choque armado aconteceu na zona rural de La Esperanza, no município de Buenos Aires, e não está claro se o episódio foi uma emboscada dos guerrilheiros ou um enfrentamento direto provocado por ações militares na região, onde as Farc têm forte presença.

“Tenho informação de fontes militares de que na madrugada de hoje aconteceu um ataque a uma guarnição militar e que infelizmente teriam morrido 10 militares”, disse Ortega para a “Blu Radio”.

O exército não conseguiu chegar ao local onde aconteceu o ataque devido às difíceis condições de acesso à região, montanhosa e com densa vegetação.

Este incidente é o mais grave ocorrido no país desde que as Farc declararam um cessar-fogo unilateral e indefinido, em vigor desde 20 de dezembro, como parte das negociações de paz com o governo que estão sendo realizada em Havana desde novembro de 2012.

Há uma semana, o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, anunciou a prorrogação por 30 dias da suspensão de bombardeios contra acampamentos das Farc em resposta ao cumprimento do cessar-fogo unilateral da guerrilha.

“É um fato muito grave no marco do processo de Havana”, acrescentou o governador.