Conflito no Iraque já deixa 1,2 milhão de refugiados no país

ONU cifrou em 1,2 milhão os iraquianos que tiveram que abandonar seus lares por causa do conflito no país

Genebra – A Organização das Nações Unidas (ONU) cifrou nesta quarta-feira em 1,2 milhão os iraquianos que tiveram que abandonar seus lares por causa do conflito registrado no país.

Em comunicado, a secretária-geral adjunta para Assuntos Humanitários, Valerie Amos, se mostrou “extremamente preocupada pela sorte dos deslocados”, tendo em vista que a situação segue se deteriorando no terreno.

Devido à falta de estruturas, Valerie também alertou sobre o risco de surtos de doenças infecciosas.

“As famílias necessitam urgentemente de água, comida, alojamento, saúde, saneamento e proteção contra violência. As crianças são especialmente vulneráveis à aparição de doenças e à desnutrição”, alertou.

Neste aspecto, a secretária-geral adjunta para Assuntos Humanitários agradeceu a contribuição saudita de US$ 500 milhões para fazer frente às necessidades humanitárias dos iraquianos e mostrou sua confiança na possibilidade de outras doações similares, já que a ONU enfrenta graves dificuldades para obter os fundos necessários.