Conferência Ministerial da OMC aprova protocolo de adesão da Rússia

Entrada do país na organização agora depende apenas da aprovação do Parlamento russo

Genebra, 16 dez (EFE).- A 8ª Conferência Ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC) aprovou nesta sexta-feira o protocolo de adesão da Rússia.

Trata-se do penúltimo passo para que a Rússia se torne membro de pleno direito da OMC, o que ocorrerá após o Parlamento do país ratificar o protocolo aprovado em Genebra.

Desta forma, chegaram ao fim 18 anos de negociações para conseguir a incorporação da Rússia, a única grande economia mundial que ainda estava fora da organização, e que a partir de agora cobre 96% do comércio internacional.

O protocolo de adesão deverá ser ratificado pela Duma (Câmara Baixa do Parlamento russo). Moscou terá que comunicar à OMC que superou o último trâmite legal e 30 dias depois a Rússia se transformará em membro de pleno direito da organização.

Previsivelmente, segundo fontes diplomáticas, a Rússia se unirá aos 153 membros atuais da OMC no primeiro trimestre de 2012.

O primeiro vice-primeiro-ministro russo Igor Shuvalov leu perante a conferência uma mensagem do presidente do país, Dmitri Medvedev, no qual classificou como ‘boa para nós e para nossos futuros parceiros’ a aprovação do protocolo de adesão da Rússia à OMC.

Medvedev expressou o pleno apoio de Moscou à organização em seu papel de garantir a estabilidade do sistema multilateral de comércio, sobretudo no atual momento da crise econômica mundial.