Condenados na Bósnia 4 ex-soldados a até 43 anos

Esses ex-membros de uma unidade de elite das forças servo-bósnias foram condenados por sua participação no massacre de 800 muçulmanos em Srebrenica em julho de 1995

Sarajevo – A justiça bósnia condenou nesta sexta-feira a penas de 19 a 43 anos de prisão quatro ex-membros de uma unidade de elite das forças servo-bósnias por sua participação no massacre de 800 muçulmanos em Srebrenica em julho de 1995, segundo um jornalista da AFP.

O tribunal os condenou por “crimes contra a humanidade”, mas não por “genocídio”. A promotoria não conseguiu demonstrar a existência da intenção de cometer um genocídio por parte dos condenados, declarou a juíza Mira Smajlovic.

As vítimas foram executadas em uma fazenda militar de Branjevo, perto de Srebrenica, a leste da Bósnia, depois de serem detidas pelas forças militares e pela polícia sérvia.