Como Manhattan estaria se fosse a Síria

Vídeo assustador mostra como estaria hoje a ilha de Nova York se os seus 1,5 milhão de habitantes sumissem como os refugiados sírios

São Paulo – De acordo com estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU), existem atualmente pouco mais de três milhões de refugiados sírios vivendo fora de seu país. Deste total, lembra a entidade, aproximadamente 1,5 milhão são crianças.

A Síria tem cerca de 22 milhões de habitantes, mas vive há alguns anos um aterrorizante cenário de violência. De um lado, a guerra civil protagonizada por rebeldes e tropas do governo de Bashar al-Assad completará cinco anos. Do outro, os jihadistas do Estado Islâmico seguem tentando estabelecer o seu califado em território sírio e iraquiano.

Para chamar a atenção do planeta para o grave problema enfrentado hoje pelas pessoas do país que foram forçadas a deixar os seus lares, a ONU produziu em conjunto com a Hamdi Foundation um assustador vídeo que mostra como estaria hoje a ilha de Manhattan (Nova York, EUA), se todos os seus habitantes, que são estimados em 1,5 milhão, desaparecessem.

Sem qualquer tipo de música ao fundo, apenas o som de uma cidade completamente vazia, o vídeo mostra os metrôs às moscas, as ruas desertas e as casas abandonadas. Ao fim do vídeo é deixada uma reflexão: se todas as pessoas que vivem em Manhattan deixassem as suas casas, o mundo inteiro notaria. 

Confira abaixo.

//www.youtube.com/embed/Vc_VNvD9B3c?rel=0