Comissão Europeia faz inspeção em empresas de transmissão esportiva

Investigação busca apurar se companhias violaram regras antitruste da União Europeia

A Comissão Europeia informou nesta terça-feira que realizou operação nos escritórios de diversas companhias envolvidas em transmissão esportiva e direitos, e uma unidade da Fox de Rupert Murdoch, informou estar cooperando com a investigação.

“A Comissão possui preocupações de que companhias envolvidas podem ter violado regras antitruste da EU que proíbem carteis e práticas comerciais restritivas”, informou em comunicado, após realizar operação em escritórios em diversos Estados-membros.

“Inspeções não anunciadas são uma medida preliminar sobre possíveis práticas anticompetitivas. Isto não significa que as companhias são culpadas de comportamento anticompetitivo nem prejulga o resultado da investigação em si”.

Transmissão esportiva se tornou um grande negócio na Europa e nos Estados Unidos, com redes gastando bilhões de dólares para assegurar direitos exclusivos de exibição de jogos das principais ligas para atrair espectadores.

A Fox Networks Group (FNG), uma unidade da 21st Century Fox, de Murdoch, informou mais cedo nesta terça-feira que está cooperando com a inspeção da Comissão Europeia.

A FNG é uma unidade operacional da Fox que distribui canais de TV e cabo e conteúdo ao redor do mundo.