Começam as perícias para esclarecer morte de Lino Oviedo

Um helicóptero caiu no sábado passado, causando a morte do candidato à Presidência Lino Oviedo e de outras duas pessoas

Assunção – As autoridades paraguaias, com o apoio de peritos americanos, começaram nesta sexta-feira o estudo das peças do helicóptero que caiu no sábado passado, causando a morte do candidato à Presidência Lino Oviedo e de outras duas pessoas, para esclarecer as causas do acidente.

O titular da Direção Nacional de Aeronáutica Civil (Dinac), Carlos Fugarazzo, informou a jornalistas que as perícias técnicas sobre o acidente começaram depois que as peças do helicóptero foram levadas na quinta-feira para Assunção desde o local do acidente, na região do Chaco (noroeste).

O Centro de Pesquisa de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos lidera essas análises com o apoio de peritos do Conselho de Segurança de Transporte e da Administração Federal de Aviação, ambos dos Estados Unidos.

Também participa um representante da marca do helicóptero Robinson 44 que caiu no Chaco, segundo detalhou Fugarazzo.