Combates no Paquistão deixam 19 mortos

Os confrontos estão ocorrendo em Kharmatung localizada entre a região fronteiriça de Kohat e a área tribal de Khyer

Islamabad-  Combates travados desde sexta-feira no remoto vale de Tirah, no Paquistão, deixou 15 insurgentes e quatro soldados mortos, informou hoje o exército por meio de um comunicado.

Os confrontos estão ocorrendo em Kharmatung, localizada entre a região fronteiriça de Kohat e a área tribal de Khyer, onde militares e membros de grupos insurgentes lutam pelo controle do vale.

O exército paquistanês disse ainda que ‘dois esconderijos dos terroristas’ tinham sido destruídos.

Embora já faça mais de dois anos que as forças de segurança e os fundamentalistas combatam pelo controle de um enclave considerado de grande valor estratégico, os choques se tornaram mais violentos desde dezembro do ano assado.

Os milicianos do principal grupo talibã, TTP, e de outra facção fundamentalista, Lashkar el Islã, tinham combatido entre eles pelo controle do vale, mas em abril as duas organizações teriam se unido para lutar contra o inimigo comum.

O principal interesse no remoto vale de Tirah é que o local serve de acesso tanto ao Afeganistão como a áreas tribais vizinhas, entre elas Waziristão do Sul e do Norte, que abrigam importantes fortificações insurgentes desde que a insurgência opera em os ambos os lados da fronteira. EFE