Combates deixam mais de 50 mil sem-teto no sul da Síria

Paralelamente, no norte do país acontece uma ofensiva do regime que provocou o êxodo de refugiados para a Turquia

A intensificação dos combates entre as forças do governo e rebeldes no sul da Síria deixou mais de 50.000 civis sem ter onde morar, em pleno rigor do inverno, informou a ONU nesta quarta-feira.

Paralelamente, no norte do país acontece uma ofensiva do regime que provocou o êxodo de refugiados para a Turquia.

O coordenador humanitário na Jordânia, Edward Kallon, disse que a ONU enviou caravanas adicionais para entregar roupa de frio e material básico para atender mais de 30.000 civis, entre eles 7.000 crianças.