Combate pesado entre milícias rivais toma capital da Líbia

Tiros antiaéreos e explosões de granada atingiram várias partes de Trípoli pela segunda vez em uma semana

Trípoli – Tiros antiaéreos e explosões de granada atingiram várias partes de Trípoli na noite desta quinta-feira, a segunda vez nesta semana em que a capital da Líbia é abalada por confrontos entre milícias rivais.

Uma fonte de segurança disse à Reuters que um grupo fortemente armado entrou na capital para se vingar pela morte de um de seus combatentes em um tiroteio em Trípoli na terça-feira.

Dois anos após a queda de Muammar Gaddafi, a milícia que ajudou a derrubá-lo agora controla grande parte do país norte- africano e seus membros regularmente se enfrentam.

Na terça-feira, homens armados rivais lutaram durante horas nas ruas da capital. Três pessoas ficaram feridas e uma morreu mais tarde, o que levou ao ataque de vingança, disse a fonte.

Nesta quinta-feira, combatentes em uma caminhonete Toyota equipada com uma arma antiaérea gritaram “Allah Akbar” (Deus é grande), enquanto dirigiam em alta velocidade perto do Ministério das Relações Exteriores.

Armas antiaéreas podiam ser vistas marcando alvos no bairro de Suq al-Juma, no leste da cidade, e em várias outras partes de Trípoli, além de explosões.

Granadas disparadas por foguetes também eram ouvidas perto do Ministério das Relações Exteriores e do prédio da televisão estatal em um distrito costeiro central.