Comandante de navio naufragado é libertado durante a noite

Schettino foi levado a Meta di Sorrento, no sul da Itália, onde cumprirá prisão domiciliar

Roma – O comandante do navio de cruzeiro “Costa Concordia”, cujo naufrágio na sexta-feira causou a morte de 11 pessoas e 20 desaparecidos, foi libertado durante a noite e levado a Meta di Sorrento, no sul da Itália, onde cumprirá prisão domiciliar, informou a imprensa italiana.

O capitão Francesco Schettino, acusado de homicídios múltiplos por imprudência e abandono de navio, foi detido no sábado pelo procurador de Grosseto, Francesco Verusio.

Francesco Schettino chegou a sua casa de Meta di Sorrento às 02H00 local (23H00 de Brasília) escoltado por policiais.

Schettino entrou em seu domicílio por uma passagem secundária para evitar os fotógrafos e repórteres.