Com recall no exterior, Cilest não é vendido no Brasil

Ministério da Justiça havia emitido notificação dirigida à Johnson & Johnson pedindo informações sobre um recall no exterior envolvendo o Cilest

Brasília – O anticoncepcional Cilest não é vendido no Brasil, esclarece a Janssen-Cilag Farmacêutica. A comunicação refere-se à medida da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça (MJ). O órgão emitiu uma notificação dirigida à Johnson & Johnson pedindo informações sobre um recall no exterior envolvendo o Cilest.

“Referente às notícias publicadas sobre o anticoncepcional Cilest, a Janssen Farmacêutica informa que tal medicamento não é comercializado no Brasil. A empresa está em contato com as autoridades competentes no Brasil para esclarecer a situação”, cita o comunicado divulgado nesta terça-feira, 18, pela Janssen Brasil. Integrante do Grupo Johnson & Johnson, a Janssen está presente no Brasil desde 1937, diz o site da empresa.

Em nota divulgada na segunda-feira, 17, o MJ disse que a notificação à empresa foi emitida na última sexta-feira, 14, “para que esclareça se os medicamentos sujeitos ao defeito foram comercializados no Brasil e, caso tenham sido, para que inicie imediatamente o procedimento de recall em território nacional”.