Com 82,5% dos votos apurados, conservadores vencem eleições gregas

O resultado das urnas já está definido, mas a formação do novo governo grego é outra história, e pode ser complicada

Atenas – O partido conservador Nova Democracia (ND), liderado por Antonis Samaras, foi o partido mais votado nas eleições legislativas gregas deste domingo, no momento em que já foram apurados 82,5% dos votos.

Segundo esses dados, o ND obteve 30,02% dos votos enquanto a formação de esquerda Syriza alcançou 26,61%.

De acordo com uma estimativa de resultados da Syngular Logic, a empresa que se encarrega de computar os votos, o ND alcançaria 130 cadeiras; o Syriza, 71; o Pasok, 33; Gregos Independentes, 20; Aurora Dourada, 18; Esquerda Democrática, 16; e o Partido Comunista, 12.

Dessa forma, ND e Pasok, parceiros no governo anterior que pactuou as medidas de austeridade com a União Europeia, obteriam 164 cadeiras, acima da maioria absoluta de 151, o que lhes permitiria formar um Executivo de coalizão.

Cerca de 9,9 milhões de gregos estavam convocados a votar nestas eleições depois que o pleito do último dia 6 de maio resultou em uma fragmentação do Parlamento que impediu a formação de governo.

Estas eleições  são consideradas cruciais para o futuro da Grécia dada a muito delicada situação financeira do país mediterrâneo, afligido por uma elevada dívida soberana e um forte empobrecimento da população.

A Grécia se encontra no quinto ano de recessão e enfrenta duras medidas de austeridade impostas pelos credores internacionais como contrapartida para receber créditos destinados a pagar sua dívida.