Cofundadora do movimento feminista Femen é encontrada morta em Paris

Fundado em Kiev em 2008, o movimento tem ganhado notoriedade na Europa por seus protestos contra o turismo sexual, a homofobia e instituições religiosas

Kiev – Oksana Shachko, uma das fundadoras do grupo feminista ucrâniano Femen, foi encontrada morta em seu apartamento em Paris, informou o movimento de protesto nesta terça-feira.

“Descanse em paz. A mais destemida e vulnerável Oksana Shachko nos deixou. Nós lamentamos junto com seus parentes e amigos e esperamos pela versão oficial da polícia. No momento é sabido que, ontem, 23 de julho, o corpo de Oksana foi encontrado em seu apartamento em Paris”, disse o grupo em seu site oficial.

Desde que foi fundado em Kiev em 2008, o movimento Femen tem ganhado notoriedade na Europa por seus protestos -normalmente com manifestantes sem camisa– contra o turismo sexual, a homofobia e instituições religiosas.