Coe é aclamado presidente do comitê olímpico britânico

Coe, assim, dá mais um passo na sua brilhante carreira como esportista, político e dirigente

Londres – O sucesso da organização da Olimpíada de Londres ajudou a eleger o ex-presidente do Comitê Organizador dos Jogos, o lorde Sebastian Coe, como presidente da Associação Olímpica Britânica (BOA, na sigla em inglês), equivalente local ao Comitê Olímpico Brasileiro.

Coe, assim, dá mais um passo na sua brilhante carreira como esportista, político e dirigente. Campeão olímpico dos 1.500 metros em Moscou/1980 e Los Angeles/1984 e vice-campeão dos 800 metros nestas duas Olimpíadas, o ex-corredor entrou na política logo que parou de competir, sendo eleito deputado em 1992 e membro vitalício do Parlamento em 2000.

Tão logo Londres foi anunciada como sede dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2012, Coe foi escolhido presidente do Comitê Organizador e não decepcionou. Além de as competições terem sido realizadas sem grandes imprevistos, o custo total da organização ficou aquém do orçamento previsto.

No dia seguinte à cerimônia de encerramento da Paralimpíada, em setembro, Coe revelou que pretendia assumir a presidência da BOA e continuar seu trabalho no esporte britânico. A sua eleição, nesta quarta, aconteceu por aclamação. O atual mandatário, Colin Moynihan, já havia antecipado que deixaria a presidência da Associação ao fim dos Jogos e nem tentou eleger um sucessor.

No novo cargo, Coe terá a missão de sanar as dívidas da BOA, que chegaram a 2,5 milhões de euros (cerca de R$ 6,5 milhões), adquiridas para formar uma delegação forte para os Jogos de Londres. Outra missão é liderar a equipe britânica – chamada por lá de Team GB – para os Jogos de Inverno de Sochi (Rússia) em 2014.