Código Florestal terá vetos parciais, diz Temer

Presidente tem até amanhã para decidir sobre o código que desagradou o governo

Brasília – O vice-presidente da República, Michel Temer, disse nesta quinta-feira que o texto do Código Florestal sofrerá “vetos parciais” da presidente Dilma Rousseff. Dilma tem até amanhã para decidir sobre o tema.

“Vetos parciais”, respondeu Temer, quando deixava o gabinete da vice-presidência, depois da reunião com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, o empresário João Dória Jr. e o economista Paulo Rabello de Castro. Temer, no entanto, disse que não sabe o número de artigos que deverão ser vetados por Dilma.

O governo não concorda com as mudanças feitas na Câmara do texto aprovado pelo Senado. Uma das maiores queixas é em relação ao artigo 62, que, no entender do Planalto, significa anistia aos desmatadores.

Os ministros Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral), Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Izabella Teixeira (Meio Ambiente) receberam na manhã desta quinta-feira cerca de 2 milhões de assinaturas contra o texto do Código Florestal.