Coalizão liderada pelos EUA ataca reduto do Estado Islâmico

Os ataques aéreos nos arredores de Raqqa foram os ataques mais pesados da coalizão no local desde que militantes capturaram um piloto da Jordânia

Beirute – Aviões de guerra da coalizão liderada pelos EUA realizaram mais uma série de ataques durante a noite no nordeste da Síria, disseram três grupos de ativistas.

As ofensivas visavam atingir os redutos do grupo Estado Islâmico.

Os ataques aéreos nos arredores de Raqqa foram os ataques mais pesados da coalizão no local desde que militantes do Estado Islâmico capturaram um piloto da Jordânia.

O jato F-16 do oficial sequestrado caiu perto da cidade no dia 24 de dezembro.

Segundo grupos ativistas, Raqqa foi atingida por pelo menos 13 ataques da coalizão.

A área de Furoussiyeh e a base militar Division 17 estavam entre os alvos. Não foram divulgados detalhes sobre vítimas.