Coalizão governante triunfa nas eleições da Síria

As eleições legislativas foram realizadas na última segunda-feira

Damasco – A coalizão liderada pelo partido governamental Baath, do presidente Bashar al Assad, conseguiu a grande maioria das cadeiras do Parlamento sírio nas eleições legislativas realizadas na última segunda-feira, informaram fontes desta aliança.

Segundo as fontes, os resultados ainda são preliminares, já que durante esta quarta-feira a votação será repetida em alguns colégios de Damasco e da província de Hasaka por causa de algumas ‘irregularidades’ registradas na jornada anterior. O resultado final do pleito deverá ser divulgado ainda esta noite.

A coalizão União Nacional, integrada pelo Baath e mais nove partidos, triunfou nas 15 circunscrições em que o mapa eleitoral sírio se divide. Em algumas províncias, como Tartús (oeste) e Sueida (sul), os candidatos da União Nacional chegaram a ocupar todas as cadeiras.

O presidente do opositor Partido da Vontade do Povo, Qadri Yamil, denunciou várias infrações no processo eleitoral e advertiu que a coalizão de sua formação, a Frente Popular para a Mudança e a Libertação, ‘está avaliando a dimensão dessas irregularidades’ para poder tomar alguma atitude.

O pleito da última segunda, os primeiros pluripartidários desde 1963, foi boicotado pela oposição, que qualificou a eleição como ‘farsa’.

Aproximadamente 14,8 milhões de sírios foram convocados às urnas para definir os políticos que devem ocupar as 250 cadeiras da Assembléia do Povo (Parlamento). O pleito legislativo da última segunda apresentou 7.195 candidatos, sendo 710 mulheres.