CNI: 53% das empresas não podem mais se endividar

Segundo a pesquisa, 37% não têm mais espaço para endividamento enquanto 16% disseram estar acima do limite de dívidas

Brasília – Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada hoje (16), mostra que 37% das empresas industriais não têm mais espaço para o endividamento. A pesquisa revela também que 16% das empresas disseram estar acima do limite de endividamento. No total, portanto, 53% das empresas industriais não podem mais se endividar.

De acordo com a pesquisa, 18% dizem não ter qualquer tipo de endividamento atualmente. A maior parcela, 69%, tem algum tipo de endividamento e 13% não responderam. A pesquisa foi feita com 2.383 empresas, sendo 849 pequenas, 937 médias e 597 grandes. Os dados foram coletados no período de 2 a 13 de julho de 2012.

Usado por 69% das indústrias, o capital próprio é a maior fonte de financiamento, segundo os dados da CNI. Os empréstimos bancários compõem o financiamento de 56% das empresas, enquanto o crédito de fornecedores e de clientes é utilizado por 34%. A captação externa de recursos é usada por 4% das companhias industriais.

Para 47% das empresas, a falta de linhas de crédito adequadas às suas necessidades foi a principal dificuldade apontada na obtenção de crédito. Em seguida, vem a exigência de garantias reais (assinalada por 44%) e de documentos e renovação de cadastros (registrada por 39%).