Clube nos EUA aceita duas mulheres pela primeira vez

O debate sobre a participação feminina do clube não era novo, mas foi levantado mais uma vez neste ano pelo fato de que a empresa IBM tenha uma mulher como presidente

Washington – O Clube de Golfe de Augusta contará pela primeira vez em sua história com duas mulheres entre seus membros, a ex-secretária de Estado dos Estados Unidos Condoleezza Rice e a investidora financeira Darla Moore, informou nesta segunda-feira a organização do clube.

”Estas mulheres compartilham nossa paixão pelo jogo do golfe e ambas são conhecidas e respeitadas por nossos membros”, disse Billy Payne, presidente do Clube, em comunicado.

”Será um momento de orgulho quando Condoleezza e Darla receberem suas jaquetas verdes na abertura deste outono. Este é um momento significativo e positivo na história de nosso clube e, em nome de nossos membros, queria aproveitar esta oportunidade para dar a elas nossas boas-vindas”, acrescentou Payne.

O debate sobre a participação feminina do clube não era novo, mas foi levantado mais uma vez neste ano pelo fato de que a empresa IBM, uma das principais patrocinadoras do Masters, tenha uma mulher como presidente e conselheira delegada, Virgínia Rometty.

Por tradição convida-se o presidente da IBM e dos outros patrocinadores a serem membros do clube. Payne argumentou que a entrada de Virgínia era uma questão interna do clube, embora a dirigente nunca tenha expressado interesse em querer fazer parte dele.

Após a polêmica, o presidente dos Estados Unidos e grande fã de golfe, Barack Obama, manifestou seu desejo de que as mulheres pudessem fazer parte de um dos clubes de golfe mais importantes do mundo.

O Clube Nacional de Augusta abriu suas portas em dezembro de 1932 e não teve nenhum membro negro até 1990. Até hoje, não tinha tido nenhum membro feminino, embora as mulheres pudessem entrar e jogar em qualidade de convidadas.

Em 2002, a ativista pró-direitos da mulher Martha Burk começou uma série de protestos em frente à entrada do clube para reivindicar que as mulheres pudessem ser admitidas, mas seus esforços na época foram em vão.