Clima severo e transbordamentos deixam 21 mortos no Texas

Novas chucas fizeram os rios do Estado americano transbordarem, uma semana após que tempestades em Houston causaram 21 mortes

Dallas – Novas pancadas de chuva fizeram rios do Estado norte-americano do Texas transbordarem, o que levou ao esvaziamento emergencial de várias localidades nesta sexta-feira, uma semana depois que históricas tempestades inundaram Houston, mataram pelos pelo menos 21 pessoas e danificaram mais de 4 mil prédios.

Milhares de carros ficaram presos por cerca de seis horas em uma rodovia bloqueada por inundações perto de Dallas, onde a chuva acumulou 178 milímetros entre a noite de quinta-feira e sexta-feira. A Cruz Vermelha distribuiu alimentos e água para motoristas.

“As estradas estão todas bloqueadas pelo grande volume de água, então ainda estamos presos”, disse Vanessa Paterson à emissora de TV WFAA. Ela ficou parada em uma rodovia com seu filho de seis meses.

O Serviço Climático Nacional emitiu um comunicado de observação para potenciais enchentes do Texas Central em direção ao Estado de Missouri, à medida que novas chuvas enchiam os rios do Texas, os quais já estão com os níveis elevados.

O governador do Texas, Greg Abbott, já declarou áreas de desastre em 70 condados do Estado e pediu para que os texanos prestem atenção aos alertas sobre as condições climáticas.

O prefeito de Wharton, a cerca de 100 quilômetros de Houston, emitiu um alerta de retirada obrigatória para cerca de 900 pessoas que vivem perto do rio Colorado, que começou a transbordar para dentro da cidade na quinta-feira.