Cinzas do vulcão da Guatemala podem chegar à fronteira sul do México

Mais de 1,7 milhão de pessoas foram afetadas pela erupção do Vulcão de Fogo, enquanto 70 pessoas morreram e 46 ficaram feridas

México – As cinzas da erupção do Vulcão de Fogo da Guatemala poderiam alcançar a fronteira sul do México, a cerca de 145 quilômetros de distância, informou nesta terça-feira o físico Leonardo Salazar, do Instituto Politécnico Nacional (IPN).

“É pouco provável que chegue cinza à fronteira mexicana, mas sabemos que pelo efeito do vento e a rotação da terra, muito material é jogado. Mas somente se o vulcão emitir grande quantidade de cinzas chegaria, neste caso, à fronteira mexicana”, precisou o especialista em comunicado.

Perante esta probabilidade, o INP recomendou que a população esteja atenta às indicações da Defesa Civil pela presença de resíduos e seu possível aumento devido às eruções.

A cidade de Tapachula – a 155 quilômetros do vulcão – é a mais sensível à chegada de cinzas.

Salazar indicou que atualmente as autoridades de ambos países estão em contato a fim de trocar informações para vigiar o curso da atividade do vulcão com o uso de tecnologias de observação em tempo real para assim tomar decisões que beneficiem à população.

As cinzas do Vulcão de Fogo já afetam mais de 1,7 milhão de guatemaltecos, enquanto 70 pessoas morreram e 46 ficaram feridas.