Chuvas torrenciais matam seis no norte da Itália

Maior parte dos mortos foram vítimas de enxurradas que tomaram a cidade de Gênova

Roma – O número de mortos nas chuvas torrenciais que castigam a região de Gênova, no norte da Itália, chegou a seis esta sexta-feira, informaram fontes oficiais.

“Os mortos são seis”, anunciou o prefeito de Gênova, Francesco Musolino.

Entre as vítimas está uma mulher que morreu atropelada por carros que foram arrastados pela cheia de um rio.

Outra mulher e seus dois filhos, de nacionalidade albanesa, que estavam desaparecidos, foram encontrados mortos em um bairro localizado às margens do rio Ferreggiano, junto com outros dois adultos.

A enxurrada arrastou dezenas de carros, arrancou tubulações de gás e inundou garagens e armazéns.

A Itália sofre com as chuvas há uma semana, por causa do mau tempo que afeta o norte da península e que provocou até agora 10 mortes, causando perdas milionárias na região de Liguria.

“Trata-se de uma tragédia imprevisível”, afirmou a prefeita de Gênova, Marta Vicenzi, também preocupada com a destruição de várias pontes e deslizamentos de lama em várias cidades.

Segundo autoridades da Prefeitura, não está descartada a possibilidade da suspensão, no domingo, de um jogo de futebol entre o clube local, Genoa, e a Inter de Milão por causa do mau tempo.