Chuvas na Índia matam dez e forçam 1 milhão a deixarem suas casas

O rio Brahmaputra, que desce do Himalaia até a Índia e passa depois por Bangladesh, transbordou e inundou mais de 1.800 vilarejos no estado

GUWAHATI, Índia – Fortes chuvas de monções castigaram o Estado de Assam, no nordeste da Índia, e obrigaram mais de um milhão de pessoas a deixarem suas casas. Além disso, inundações causadas pela precipitação deixaram dez mortos nos últimos três dias, disseram autoridades neste sábado, alertando para uma possível piora da situação nos próximos dias.

O rio Brahmaputra, que desce do Himalaia até a Índia e passa depois por Bangladesh, transbordou e inundou mais de 1.800 vilarejos no estado.

“Dez pessoas morreram em incidentes separados de afogamento nos últimos três dias, e mais de um milhão de pessoas foram afetadas. A situação se tornou grave”, disse um boletim de enchentes do governo.

Chuvas torrenciais afetaram pelo menos 25 dos 32 distritos de Assam, e o órgão de controle do regime de águas da nação disse que os níveis do Brahmaputra devem subir ainda mais, por causa da previsão de novas chuvas nos próximos três dias.

“A situação das inundações permanece extremamente crítica”, afirmou o ministro de Recursos Fluviais de Assam, Keshab Mahanta.