China: número de novos casos de coronavírus cai para menos de 100 por dia

Essa é a primeira vez desde janeiro que menos de 100 novos casos do coronavírus foram registrados na China

Autoridades sanitárias afirmam que o número de mortes causadas pelo novo coronavírus chegou a 3.070 na China continental, enquanto o número de novos infectados passou a ser inferior a 100 por dia.

A Comissão Nacional de Saúde da China anunciou que 28 pessoas morreram vítimas do vírus na sexta na província de Hubei, a mais castigada no país. O órgão confirmou também 99 novos casos de infecção. Até o momento, 80.651 pessoas foram confirmadas como tendo contraído o coronavírus na China continental.

Segundo a comissão, esta é a primeira vez, desde 20 de janeiro, que o número de infectados em um dia passou a ser inferior a 100. Ela acrescentou que, entre esses novos casos de infecção, 24 pessoas tinham permanecido no exterior.O governo chinês está adotando medidas rigorosas em relação às pessoas que chegam de outros países, em uma tentativa de conter a propagação do vírus.

 

Autoridades de Pequim estão pedindo às pessoas vindas do Japão, Coreia do Sul, Irã e Itália que permaneçam em casa ou fiquem em observação intensiva em instalações designadas, independentemente da nacionalidade. No momento mais de 820 mil pessoas estão sob observação em casa e em outros locais na cidade.

Coronavírus no mundo

Já o número de pessoas infectadas em todo o mundo aumentou para 101.988, dos quais morreram 3.491, segundo um balanço feito pela agência noticiosa France Press, com dados atualizados neste sábado (7).

Citando fontes oficiais, a AFP diz que, no total, foram registadas 1.146 novas contaminações e 35 mortes desde sexta.

Com base no número mundial de infectados, a taxa de letalidade é de 3,4%, sendo que até o momento a maioria já se recuperou.

Segundo a agência de notícias, a China é o país mais castigado pela doença. Depois, os locais mais afetados são a Coreia do Sul (6.767 casos, dos quais 483 são novos), Irã (4.747 casos, com 124 mortes), Itália (4.636 casos, 197 mortes) e Alemanha (684 casos, sem registo de casos mortais).

O balanço da AFP foi elaborado com dados recolhidos junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde.