China desmantela rede de tráfico infantil com resgate de 178 crianças

A operação levou ainda à prisão 608 suspeitos

Brasília – A polícia da China desmantelou duas redes de tráfico de crianças que atuavam em dez regiões e províncias do país. A operação levou à prisão 608 suspeitos e resgatou 178 crianças sequestradas. A informação foi confirmada pelo Ministério de Segurança Pública. O tráfico humano na China é considerado um problema grave pelas autoridades.

As 178 crianças resgatadas estão sob guarda policial. O Ministério dos Assuntos Civis vai se encarregar de abrigar as crianças até a localização das famílias, segundo as autoridades chinesas.

Desde maio, os investigadores apuram as denúncias de tráfico infantil na região de Sichuan, no Sudoeste da China. A operação, cujo resultado foi revelado hoje (7), foi realizada no fim de maio.

Um dos principais envolvidos, capturados nessa operação, é Cai Lianchao, acusado de vender 26 crianças. Paralelamente, a polícia da província de Fujian, no Sudeste da China, descobriu em agosto a venda de crianças pela rede criminosa liderada por Chen Xiumei e por um grupo comandado por ele. Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa.