China condena teste de míssil norte-coreano

Em resposta ao teste, a China pediu que todos os países envolvidos - EUA, Coreia do Sul e Japão - que assumam responsabilidades

Pequim – O governo da China condenou nesta segunda-feira o lançamento de um míssil de médio alcance realizado pela Coreia do Norte no domingo e pediu a todos os países envolvidos que assumam responsabilidades.

Em entrevista coletiva, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Geng Shuang, manifestou a rejeição de seu país ao último teste balístico de Pyongyang, e pediu aos países envolvidos – Estados Unidos, Coreia do Sul e Japão – que se abstenham de realizar ações que possam provocar uma escalada das tensões.

O porta-voz ignorou hoje a exigência de outros países para que a China pressione a Coreia do Norte e esperou em troca que os envolvidos no conflito “assumam sua responsabilidade” e trabalhem para conseguir uma solução “apropriada e pacífica”.