China apoia coalizão proposta pela Arábia Saudita

A nova coalizão militar foi anunciada pela Arábia Saudita na terça-feira, é integrada por 34 países islâmicos e terá seu centro de operações em Riad

Pequim – O governo da China manifestou nesta quinta-feira apoio à coalizão antiterrorista patrocinada pela Arábia Saudita e desejou que sirva para garantir a estabilidade e a paz no Oriente Médio.

“Apoiamos a Arábia Saudita e outros países na campanha internacional contra o terrorismo. Esperamos que reforce a coordenação para a luta antiterrorista e apoie com isso a paz e a estabilidade”, destacou em entrevista coletiva o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês Hong Lei.

A nova coalizão militar foi anunciada pela Arábia Saudita na terça-feira, é integrada por 34 países islâmicos e terá seu centro de operações em Riad.

Não foram revelados detalhes das operações que será realizada pela nova aliança e nem os países nos quais atuará.

Também não há informações sobre quais serão seus alvos concretos, embora a Arábia Saudita já tenha anunciado que o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) não será o único alvo.