China e AIEA assinam acordo de segurança nuclear

Cooperação na região vai criar novas regras e normas, além de aprimorar a capacitação de funcionários

Pequim – A China e a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) assinaram um acordo para melhorar a segurança nuclear no leste da Ásia, anunciou a agência da ONU durante a primeira visita de seu diretor, o japonês Yukiya Amano, a Pequim.

“A China e a AIEA trabalharão em conjunto para melhorar a segurança no leste da Ásia”, informa o site da AIEA ao revelar o acordo assinado por Amano, que faz uma visita de dois dias a Pequim, e pelo diretor da Autoridade de Energia Atômica da China, Chen Qiufa.

Segundo a agência oficial Xinhua (Nova China), o acordo “reforça a cooperação nos setores, assim como as normas e regras em termos de segurança nuclear ou a formação de funcionários”.

A China, potência nuclear desde 1964, é um dos poucos países que dá apoio a Coreia del Norte, nação que tem um programa nuclear que preocupa a comunidade internacional.

Leia mais notícias sobre a China

Siga as notícias do site EXAME sobre Mundo no Twitter