Chevron Texaco fecha compra da Unocal por US$ 16,4 bilhões

Nona maior companhia de petróleo e gás dos Estados Unicos, a Unocal era disputada também pela italiana Eni e pela China National Offshore Oil

A Chevron Texaco anunciou, nesta segunda-feira (4/4), que pagará 16,4 bilhões de dólares em dinheiro e ações para assumir o controle da Unocal, nona maior petrolífera dos Estados Unidos. A empresa também era cobiçada pela italiana Eni e pela China National Offshore Oil. Pelo acordo, a Chevron Texaco assumirá ainda uma dívida de 1,6 bilhão de dólares da Unocal.

Segundo o americano The Wall Street Journal, essa é uma das maiores transações do setor petrolífero nos últimos anos. O interesse pela empresa sustenta-se nas suas reservas de petróleo e gás no sudeste asiático, o que a coloca em vantagem para atender a China e a Índia, as duas economias que mais crescem no mundo atualmente. “Essa é uma transação que nos agrega valor tanto no curto, quanto no longo prazo”, afirmou, em nota, o presidente do Conselho de Administração da Chevron Texaco, Dave O Reilly.

Os atuais acionistas da Unocal escolherão se desejam receber 1,03 ação da Chevron Texaco para cada papel da Unocal, ou 65 dólares em dinheiro por ação. A Chevron Texaco espera pagar 4,4 bilhões de dólares em dinheiro aos atuais controladores da Unocal. O restante seria coberto pela emissão de aproximadamente 210 milhões de ações da empresa compradora.
Segunda maior petrolífera dos Estados Unidos, a Chevron Texaco registrou um lucro líquido recorde de 13,3 bilhões de dólares no ano passado, graças aos elevados preços do óleo cru no mercado internacional. A companhia encerrou o ano com 10,7 bilhões disponíveis em caixa.