Chávez: “vitória da oposição pode levar à guerra civil”

O presidente venezuelano, que disputa um terceiro mandato consecutivo, afirma que o país sofrerá uma "profunda desestabilização" se a oposição vencer

Caracas – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, advertiu nesta segunda-feira que uma vitória do candidato da oposição, Henrique Capriles Radonski, nas eleições presidenciais de 7 de outubro próximo pode levar o país a uma “profunda instabilidade” e até “à guerra civil”.

O plano da oposição tem um “pacotaço neoliberal oculto” que “pretende retroceder a uma Venezuela que já não resistiria a isto e entraria novamente em um nefasto cenário, em uma profunda instabilidade (…) que nos aproximaria da guerra civil”, ameaçou Chávez, 58 anos, em entrevista à Unión Radio.

O presidente venezuelano, que disputa um terceiro mandato consecutivo, afirma que o país sofrerá uma “profunda desestabilização” se a oposição vencer as eleições porque, entre outras medidas, suspenderá dezenas de programas sociais, em áreas como habitação, saúde e alimentação, que favorecem os setores mais pobres.

Capriles, 40 anos e ex-governador do rico estado de Miranda (norte), garante que manterá as chamadas missões sociais e até irá ampliá-las.