Chanceler russo se indigna por alegações contra Putin

"Foi enfatizado que a culpa pela escalada deliberada da tensão nas relações bilaterais recai totalmente sobre Washington", declarou a pasta

Moscou – O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, expressou sua indignação com o secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, nesta sexta-feira por causa das “acusações fabricadas” feitas por autoridades norte-americanas de alto escalão contra a liderança russa, informou seu ministério.

“Foi enfatizado que a culpa pela escalada deliberada da tensão nas relações bilaterais recai totalmente sobre Washington”, declarou a pasta.

O porta-voz da Casa Branca havia dito que comentários prévios de um funcionário do Tesouro dos EUA alegando que o presidente russo, Vladimir Putin, é corrupto são “um reflexo da visão do governo”.

Mais cedo nesta sexta-feira, o Kremlin declarou que os comentários foram ultrajantes e insultantes, tendo por objetivo influenciar a próxima eleição presidencial da Rússia. (Por Katya Golubkova)