Centro-esquerda vence eleições regionais na Itália

Embora tenha conquistado cinco das sete circunscrições onde se votava, o Partido Democrata sofreu um claro retrocesso em relação ao último pleito

Roma – A centro-esquerda venceu as eleições regionais realizadas neste domingo na Itália ao conquistar cinco das sete circunscrições onde se votava, embora o Partido Democrata (PD) do primeiro-ministro, Matteo Renzi, tenha sofrido um claro retrocesso em relação ao último pleito europeu.

A centro-esquerda ganhou com tranquilidade nas regiões de Úmbria, Las Marcas, Apúlia, Toscana, mas o PD ficou com 23%, muito abaixo dos 40% que conseguiu nas últimas eleições.

Embora ainda não haja resultados definitivos, tudo indica que a centro-esquerda perdeu uma de suas fortificações, a Ligúria, onde venceu o candidato da coalizão de centro-direita e um dos homens de confiança de Berlusconi, Giovanni Toti, com 34,6%, enquanto a candidata do PD, Raffaella Paita, ficou com 27,9%.

Mas recuperou a Campânia, onde Vicenzo di Luca parece que vencerá do governador em fim de mandato da centro-direita, Stefano Caldoro.