Casos de dengue em Buenos Aires sobem para 216

A preocupação pela expansão da dengue na Argentina se prolonga desde o começo de ano e a zona mais afetada é o nordeste do país

Buenos Aires – Os casos de dengue confirmados na capital argentina chegaram a 216, enquanto as autoridades sanitárias estudam outros 245 suspeitos, informaram nesta quarta-feira à Agência Efe fontes oficiais.

Entre os casos credenciados, em 62 o contágio aconteceu na própria cidade de Buenos Aires, enquanto os outros correspondem a pessoas que viajaram a zonas de risco, segundo dados facilitados à Efe pelo Ministério da Saúde.

A preocupação pela expansão da dengue na Argentina se prolonga desde o começo de ano e a zona mais afetada é o nordeste do país.

Trata-se da pior epidemia desta doença desde 2009, favorecida pela situação climática causada pelo fenômeno do El Niño.

Da mesma forma que a chicungunha e o zika, que também se estendem por todo o continente, a dengue é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti.

Embora a cepa de dengue que circula pela Argentina não é seja a mais perigosa, em 12 de fevereiro foi confirmada a primeira morte por esta doença no país, um homem de 94 anos que faleceu na província de Misiones (nordeste), a mais castigada pela epidemia.